Marvila está a mudar! O Viver Marvila é um Programa de Reabilitação e Desenvolvimento Integrado promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana.

todas as tags

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

Actualizações

Seminário "Territórios, p...

Estudo para o Desenvolvim...

Arquivo

Vídeos

Campo de paintball em Marvila vence Orcamento Participativo Escolar from Câmara Municipal de Lisboa on Vimeo.

Receba as nossas notícias

Endereço de e-mail:

Delivered by FeedBurner

Ligue-se a nós

Viver Marvila
Viver Marvila
Cria o Teu Crachá
Segunda-feira, 1 de Outubro de 2012

Seminário "Territórios, práticas e perspectivas" reforçou a importância do trabalho de proximidade e da participação ativa da população

O seminário “Territórios, Práticas e Perspectivas” decorrido no passado dia 20 de Setembro, marcou o final do Projecto Espiral, desenvolvido pelo CESIS – Centro de Estudos para a Intervenção Social, em parceria com a ATM – Associação Tempo de Mudar. Neste seminário a Diretora da UIT Oriental, Arq. Isabel Teles, e um elemento da equipa do Programa Viver Marvila, Dr.ª Paula Coelho, colaboradora da Gebalis afecta ao projeto, testemunharam a importância do trabalho desenvolvido, tendo em conta os objetivos estratégicos do Programa Viver Marvila.
O Projecto Espiral, que se desenvolveu nos últimos dois anos nos  Bairros dos Lóios e da Flamenga na Freguesia de Marvila, inseriu-se no programa "Contrato Local de Desenvolvimento Social" (CLDS) e, além de uma grande ligação às pessoas e ao território, deixou alguns documentos importantes que testemunham o seu trabalho e que valem a pena ler. Todos eles têm versão digital e podem ser descarregados no blog que se irá manter ativo:


Do seminário há a destacar também as intervenções das pessoas que encontraram no Espiral uma âncora, todos realçando a importância do contacto pessoal, do “dar rosto” ao trabalho que se desenvolve no território, do conhecer diretamente as pessoas que pensam na cidade e nos seus habitantes.
O livro “Marvila tem muito boa gente” destaca essa realidade numa transcrição muito interessante do comentário de um morador:

“Agradeço por terem pensado em mim, é sempre um privilegio saber que contam comigo para participar… sempre que precisarem estou aqui. É muito bom, e positivo, quando me ligam e me dizem: olha, estamos aqui a tratar de um projeto e gostávamos que participasses. E isso é porreiríssimo…. Estes gajos a pensar em mim! É porreiro pá! Uma pessoa fica a sentir-se bem e ajuda também a melhorar a auto-estima! Às vezes, sentimo-nos ali abandonados no bairro… e, de vez em quando, aparecem estas coisinhas, sabemos eu a há ali alguém que pensa em nós, que gosta de nós e da nossa participação e da ajuda que podemos dar. Continuarei a ajudar dessa maneira, participando.”

Apesar do Projecto Espiral ter chegado ao fim do seu período de execução, há que continuar este trabalho cujas sementes foram lançadas, e persistir no fortalecimento dos laços já existentes com a comunidade local.

Publicado por Viver Marvila às 11:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Estudo para o Desenvolvimento Socioeconómico e Competitividade Urbana dos Bairros

 

Foi adjudicado no passado dia 22 de Julho de 2010 à Empresa Quaternaire Portugal – Consultadoria para o Desenvolvimento, SA, o Estudo para o Desenvolvimento Socioeconómico e Competitividade Urbana dos Bairros (Amendoeiras/Olival, Armador, Condado, Flamenga e Lóios).

 

Este estudo tem um carácter prático e surge em grande medida da necessidade de preparar a comunidade para os novos desafios que se perspectivam para a zona de intervenção do VIVER MARVILA, nomeadamente com a construção do Hospital de Todos os Santos e da Terceira Travessia do Tejo. Importa saber que impactos terão estes novos equipamentos nos Bairros e que oportunidades apresentam. Que acções deverão ser implementadas pelas entidades públicas e privadas para tirar o melhor proveito possível destes investimentos? Como preparar a comunidade, o espaço público, o edificado, os equipamentos e infraestruturas, tendo em vista:

  • A promoção e concretização de uma estratégia de desenvolvimento socioeconómico para a zona de intervenção;
  • A modernização da estrutura empresarial local;
  • A promoção dos investimentos para a zona de intervenção, nomeadamente nas áreas estratégicas da saúde, ambiente e audiovisual;
  • Adequação da rede de serviços e equipamentos de apoio à população;
  • A diversificação do uso e a rentabilização e melhoria da qualidade do edificado. 

Este estudo tem por isso como destinatários não só às entidades gestoras do programa Viver Marvila – Câmara Municipal de Lisboa (CML) e Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), como também aos parceiros - Junta de Freguesia e GEBALIS, EEM - e todas as organizações que intervêm localmente – Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), Organizações Não Governamentais (ONG), empresas, associações, potenciais investidores - e entidades públicas, prevendo-se a sua conclusão no início de 2011.

Publicado por Viver Marvila às 14:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
| | partilhar

+ sobre nós

Área de intervenção


Ver Área de Intervenção num mapa maior
RSS

widgeo